Strangle: Lucrando na Alta ou na Baixa da Ação

Por Francisco Costa
gráfico de payoff de um strangle

Strangle é uma operação formada pela compra de uma call e uma put, ambas de mesmo vencimento, simultaneamente.

Bastante similar ao straddle, strangle tem a diferença de que é formada por calls e puts fora do dinheiro (OTM).

Com um custo de montagem relativamente menor e um grande potencial de lucro, a estratégia strangle pode se mostrar interessante a depender da situação do mercado, pois para se tornar lucrativa é necessário um cenário de grande volatilidade após a montagem.

O Strangle é uma das operações mais fáceis de ser compreendidas e montadas, basta comprar uma put de strike menor e uma call de strike maior ao preço à vista do ativo, ambas com a mesma data de vencimento.

Como em toda operação de compra, o strangle tem o tempo como seu inimigo e sofre bastante com o decaimento à medida que o vencimento vai se aproximando. Essa é uma operação para ser montada longe do vencimento e com pouco tempo posicionado.

payoff de um strangle

Passo a passo para montar um Strangle

  1. Compre put OTM
  2. Compra call OTM

Critérios de entrada

Procure sinais ou eventos futuros que indique uma alta significativa na volatilidade do ativo subjacente.

Tente manter a simetria entra a distância do strike da put e o preço à vista do ativo e a distância do preço do ativo para o strike da call.

Monte a posição com o máximo de distância até o vencimento, no mercado brasileiro isso significa entre 20 e 40 dias úteis.

Opere os ativos mais líquidos. Como é uma estratégia montada fora do dinheiro, quanto mais liquidez houver, melhor.

Critérios de saída

Gerencie sua posição segundo o seu trading plan, não monte posições maiores do que você aceita perder, pois o risco máximo do strangle é de 100% do valor pago nos prêmios.

Saia logo após a operação se tornar lucrativa em uma das pontas ou o evento de volatilidade previsto acontecer (ou não acontecer). Não mantenha a posição se baseando na esperança.

Contexto da operação

Com o Strangle, você está buscando um direcional neutro, mas com volatilidade. Não faz diferença se o ativo vai subir ou cair, o importante é que ele se movimente para um dos lados.

Essa é uma operação de compra de opções e por esse motivo será debitado o custo dos prêmios da sua conta, assim não haverá chamada de margem e o risco máximo é o valor pago na hora da montagem da operação.

Como já mencionamos anteriormente, quando mais distante para o vencimento, melhor, pois a posição será menos afetada pelo efeito de decaimento do tempo.

Quais opções usar na montagem do strangle

O primeiro fator a ser avaliando na escolha das opções é a liquidez. O ativo precisa ter liquidez satisfatória nas opções porque estamos trabalhando com opções fora do dinheiro.

O segundo elemento que não pode ser desconsiderado é a volatilidade história do ativo, quanto maior a volatilidade histórica do ativo, mas provável que ele mantenha essa volatilidade e torne o strangle lucrativo.

Terceiro, a distância dos strikes para o preço spot da ação. Essa distância não pode ser nem muito grande, pois senão a operação não se tornará lucrativa, nem muito curta, pois a operação se tornará cara para ser montada.

Perfil de risco da estratégia strangle

Risco máximo: Custo de montagem

Retorno máximo: Ilimitado

Breakeven (queda): Menor strike – custo de montagem

Breakeven (alta): Maior strike + custo de montage

Vantagens e desvantagens do Strangle

Vantagens

  • Lucro se a ação se movimentar para qualquer um dos lados
  • Risco limitado
  • Lucro potencial ilimitado à medida que a ação se movimenta
  • Custo de montagem menor que do straddle

Desvantagens

  • Necessário um movimento significativo para a operação se tornar lucrativa
  • Spread bid/ask pode influenciar no lucro se muito grande
  • Demanda bastante resiliência do investidor

Encerrando uma posição em Strangle

Um strangle pode ser encerrado simplesmente vendendo as call e puts compradas.

No caso de uma das pernas estar em situação de lucro, o trader pode simplesmente encerrar a posição lucrativa e manter a que está se desvalorizando, segurando a posição até que o mercado reverta e mude de lado.

Se a estratégia não se mostrar lucrativa em nenhuma das pontas, o ideal é encerrar a posição em poucos dias.

Exemplo de Strangle

Petrobras (PETR4) é um ativo muito dependente de decisões políticas. Por ter o governo federal como principal acionista, os seus resultados e as decisões do governo andam lado a lado.

Vamos imaginar que em uma data próxima algumas decisões serão tomadas e que gestores importantes poderão mudar de cargos. Sabendo que nem sempre o mercado gosta de intervenção política na empresa, decidimos montar um strangle para o caso de o mercado reagir negativamente ou até mesmo positivamente às decisões.

Como explicado acima, escolhemos opções com cerca de 2 meses até o vencimento e 3 reais acima e abaixo do preço à vista de PETR4, que atualmente está em R$ 40,65.

O strangle do nosso exemplo fica assim:

Compra PETRE436, de strike R$ 43,75 por R$ 1,46.

Vende PETRQ376, de strike R$ 37,75, por R$ 0,80.

Perfil de risco do strangle

A nossa operação fica com o seguinte perfil de risco:

Custo de montagem (prêmio pago): R$ 1,46 + R$ 0,80 = R$ 2,26

Risco máximo (custo de montagem): R$ 2,26

Retorno máximo: ilimitado

Breakeven na queda (menor strike – custo): R$ 37,75 – R$ 2,26 = R$ 35,49

Breakeven na alta (maior strike + custo): R$ 43,75 + 2,26 = R$ 46,01

O gráfico de resultado do strangle fica assim:

gráfico de resultado do strangle em PETR4

Aqui os pontos em que o strangle se torna lucrativo no vencimento.

lucro e prejuízo de um strangle em petr4

Embora possa parece muito distantes as zonas de breakeven do preço do ativo objeto, esse são os valores considerados no vencimento.

Como o tempo posicionado será bem curto, somente até o suposto evento acontecer, o lucro tende a ficar mais próximo do preço à vista do ativo. Para ter uma ideia mais precisa, somente simulando o efeito das gregas com uma calculadora de Black & Scholes.

De toda forma, essa não pode ser uma operação rotineira, pois só se tornará lucrativa em cenários muito específicos.

A sua variação, o short strangle, custo se tornar lucrativa se montada com método.

Mas e aí, você já montou um strangle? Como foi a experiência?

Conta aqui nos comentários!

Caso tenha alguma dúvida, utilize esse espaço que responderei o mais rápido possível.

Você também pode se interessar por

Veja também

Deixe um comentário

Opções Facilitadas
As melhores opções para investimentos e trading da forma mais descomplicada possível.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Nós supomos que você está de acordo com isso. Você pode obter mais informações clicando em saiba mais. Aceitar Saiba mais